terça-feira, 24 de setembro de 2013

OS SENHORES DO DIREITO E SEU DIREITO DESINDIREITADO - Roberval Paulo



Os senhores do Direito, que, direito, tudo tencionavam fazer, viram-se, dentro do Direito, direitamente endireitados a não realizar nada que fosse do Direito, e, sim, tudo o que fosse do direito que não é direito.
Assim então, endireitou-se, no Direito, o direito desindireitado, e, o que era direito, no Direito, passou a não ser direito e sim, direito que não mais se endireita.
Portanto, já não é mais direito tudo o que um dia foi Direito, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto, tudo o que foi direito, dentro do direito, ainda o é, como também, tudo o que não é direito, sendo ou não dê direito ou do direito.
Resumindo e virgulando, para clarear, e, tentando melhor explicar, tudo é direito, no direito, inclusive, o que não é de direito ou do direito, desde que ao Direito interesse.
Partindo desta premissa, tudo é direito ao Direito, desde que possa ser visualizado e analisado à luz do Direito, que é a luz direita que margeia o nosso direito torto e que não o é, de fato, o direito do direito e dê direito, e, sim, o direito do nosso interesse no direito.
Roberval Paulo

Nenhum comentário: